Seleção da Vigésima Quinta Rodada do Brasileirão 2014

1 - Marcelo Grohe (Grêmio): Novamente o goleirão fez milagres e evitou que o Botafogo empatasse a partida. Já são oito jogos sem sofrer gols, e mesmo que a defesa esteja atuando com muita segurança, Grohe faz sua parte com "milagres" todos os jogos. Nota: 8.

2 - Railan (Bahia): Apoiou o tempo todo e não deixou brechas na defesa. Participou dos dois gols da equipe, começando a jogada do primeiro e sofrendo o penalti no segundo. Nota: 8,5.

3 - David Braz (Santos): Muito bem na defesa, fazendo o simples com eficiência. Marcou o primeiro gol do time com uma bonita cabeçada. Nota: 8,5.

4 - Jemerson (Atlético Mineiro): Partida praticamente perfeita. Foi impecável nos botes e cortes. Desarmou, correu muito e mostrou muita experiência apesar da pouca idade. Nota: 9.

5 - Josué (Atlético Mineiro): Foi bem na meia cancha, distribuindo bolas e marcando, mas sua principal contribuição no jogo foi a linda tabela com Tardelli, que resultou em um belo gol do atacante. Nota: 7,5.

6 - Zé Roberto (Grêmio): Na defesa, passa muita segurança e experiência aos colegas. No ataque, apoia com frequência e categoria. Fez uma linda jogada, que resultou no gol de Barcos. Nota: 8,5.

7 - Clayton (Figueirense): Entrou muito bem na partida, desnorteando a defesa palmeirense, tanto é que marcou os dois primeiros gols do Furacão do Estreito. Nota: 8,5.

8 - Eduardo Sasha (Internacional): A reação do Inter no campeonato tem muita relação com a entrada de Sasha no time. O garoto se movimentou muito, deu opção de jogadas aos meias Alex e D'ale e marcou dois gols. Nota: 9.

9 - Diego Tardelli (Atlético Mineiro): Perdeu chances no começo, mas redimiu-se, marcando um belo gol ao tabelar com Josué. Ainda deu um lindo cruzamento para Guilherme definir o placar. Nota: 8,5.

10 - Conca (Fluminense): Teve uma grande atuação, dando uma linda assistência para Fred inaugurar o placar. No finalzinho da partida, matou o jogo com um belo gol de falta. Nota: 9.

11 - Fred (Fluminense): Assim como o colega Conca, deu uma assistência, para o gol de Wagner, e marcou um gol. Nota: 8,5.

TÉCNICO: Felipão (Grêmio): Arrumou de vez o sistema defensivo gremista. Bloqueou os meias botafoguenses, explorou a velocidade de Dudu e a habilidade de Zé Roberto, deixando Barcos lá na frente como matador. Nota: 8.

Blog C. Fernando

Administrador; 26 anos; Católico; Apaixonado por Eduarda Guidarini; Fanático por futebol; Futebol bonito não é melhor que o eficiente; Penalti não é loteria, mas sim treinamento e competência; Torcedor do Avaí, Real Madrid e Fiorentina.

0 comentários: